Arrocho: feijão-carioca vai ficar mais caro nos mercados

Condições climáticas desfavoráveis, como frio, geadas e chuvas, e uma safra inferior à que estava prevista devem fazer o preço do feijão-carioca subir nos próximos dias. Os atacadistas não fazem previsões quanto ao percentual de aumento.
Ainda assim, não há previsão de que a alta chegue ao nível atingido no ano passado, quando o produto foi o grande vilão da inflação.
Só entre janeiro e junho de 2016, o preço subiu 54,09%.
A Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) prevê que a atual safra –a segunda do ano– chegue a 624 mil toneladas de feijão, quando o ideal para atender à demanda seria uma colheita de 800 mil toneladas.

Compartilhe este post em

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *