Justiça decide nesta 2ª se INSS pode cortar auxílios-doença

auxílio-doença-AAAA Justiça decidirá, a partir de segunda-feira, se o INSS pode ou não cortar auxílios-doença e aposentadorias por invalidez de segurados convocados para o pente-fino autorizado em julho pelo presidente Michel Temer.
O fim dos cancelamentos de benefícios foi solicitado, com urgência, em ação conjunta do Ministério Público Federal e da Defensoria Pública da União.
O pedido de liminar (decisão provisória) está sob análise da Justiça Federal no Distrito Federal, que deu prazo de 72 horas para o INSS responder.
De acordo com o pedido –chamado de tutela provisória de urgência– , o INSS não poderá cancelar benefícios por incapacidade sem antes permitir ao segurado a apresentação de todos os recursos administrativos possíveis.Em caso de corte da renda, o instituto precisa comprovar que deu oportunidade de defesa ao segurado e que considerou os argumentos dele ao optar pela suspensão dos pagamentos.

Compartilhe este post em

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *