Média salarial dos benefícios não mudará na hora da aposentadoria

O secretário da Previdência do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano, garantiu que o governo não pretende mudar o cálculo da média salarial que o INSS faz para definir o valor das aposentadorias.
Esse valor é definido com a média dos 80% maiores salários que o trabalhador recebeu em reais.
Os 20% menores salários são descartados.
O texto da reforma da Previdência não cita essa média.
Se fossem considerados todos os salários, o valor final da aposentadoria cairia.
Mesmo não sendo citada na reforma, Caetano diz que a média continuará usando os 80% maiores salários, porque isso é definido por uma lei separada.
Para mudar esse cálculo, essa lei também teria de ser alterada, segundo ele.

Compartilhe este post em

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *