Quem está próximo de se aposentar deve escapar da reforma previdenciária

Reforma-da-PrevidênciaO trabalhador que está a cinco anos da aposentadoria poderá escapar da reforma da Previdência Social, que será proposta pelo governo. Essa exigência das centrais sindicais é considerada um dos poucos pontos em que a gestão Michel Temer deverá ceder, avaliam políticos, sindicalistas e especialistas.
A ideia de livrar alguns segurados de contribuir anos a mais, porém, não agrada a equipe econômica de Temer, garantiu um técnico que participa das discussões em Bra­sília.
“Eles gostariam que a reforma tivesse algum impacto imediato na redução do deficit das contas públicas, que é muito grande.”
Enquanto isso, advogados que representam os aposentados entraram na discussão que definirá a reforma da Previdência Social e aceitam a adoção de uma idade mínima na aposentadoria, desde que as regras de transição durem pelo menos dez anos.
O IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário), que reúne advogados especializados na defesa dos segurados, foi chamado pela equipe econômica da gestão Michel Temer para discutir as mudanças da Previdência.
Logo de cara, o governo ouviu dos advogados que as regras para pedir o benefício não podem ficar mais duras da noite para o dia.
“A regra de transição precisa ser longa. Essas mudanças devem durar, no mínimo, dez anos”, afirmou a presidente do IBDP, Jane Berwanger.

Compartilhe este post em

2 Comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *