Socorro à construção cívil: Caixa aumenta teto dos financiamentos de imóveis

casa,apartamentosA Caixa Econômica Federal vai elevar o teto do valor de imóveis financiáveis pelo banco, o percentual de financiamento para imóveis de valores maiores e facilitar condições para construtoras, num esforço para acelerar os desembolsos no segundo semestre. O anúncio foi feito  pelo vice-presidente de Habitação da Caixa, Nelson Antonio de Souza.
Uma das principais medidas do pacote, que será lançado na segunda-feira, é dobrar para R$ 3 milhões o valor máximo dos imóveis que podem ser financiados pelo banco. Para unidades de valor superior a R$ 750 mil, subirá de 70% para 80% nos imóveis novos, e de 60% para 70% no caso de usados.
O banco também está reabrindo e expandindo uma linha que permite a transferência de financiamento imobiliário que tenha sido contratado com outros bancos. Com isso, mutuários poderão transferir para a Caixa até 70% do empréstimo que tenha tomado com outras instituições financeiras. O limite hoje é de 50%.
E tem mais: para pessoas físicas incluem elevar o nível de aprovação das propostas pelo banco, hoje em torno de 80%, além de uma intensa campanha de divulgação. “Outras medidas para pessoas físicas incluem elevar o nível de aprovação das propostas, hoje em torno de 80%”, afirma Souza. Até junho desse ano, a Caixa, maior financiador imobiliário do país, concedeu menos de R$ 39 bilhões, de um orçamento para o ano hoje em cerca de R$ 93 bilhões.
O banco vai reabrir o Plano Empresário (PEC), mecanismo de financiamento que foi suspenso por causa do aumento da inadimplência e do grande volume de renegociações. A linha terá o prazo de amortização estendido de 6 para 12 meses, com carência de 6 meses.

Compartilhe este post em

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *